Banco do Brasil perde R$ 10 bilhões com a crise

A crise financeira internacional  causou perdas de R$ 10 bilhões  ao fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil (Previ), revelou hoje (26) o presidente da entidade, Sérgio Rosa, em evento na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). A carteira de renda variável da Previ, antes da crise, estava em R$ 90 bilhões e, agora, caiu para R$ 80 bilhões.

Apesar disso, Rosa demonstrou tranqüilidade porque acredita que as ações das empresas, hoje desvalorizadas devido à crise, vão se recuperar. Segundo ele, o Previ não está montando nenhuma estratégia para reverter as perdas ainda. “Nós achamos que o valor das ações vai voltar, essencialmente”.

Ele admitiu que, no curto prazo, a perda terá impacto no resultado do fundo. “Mas nada que  afete o pagamento de benefícios, liquidez. Nada disso. Terá impacto no valor da carteira. Mas nós acreditamos que as empresas em geral, como Petrobras, Vale, Perdigão, Embraer, CPFL , tudo isso, eu acho que vai recuperar o valor no médio prazo”, disse.

Sergio Rosa observou, contudo, que a perda  é variável de acordo com o dia, referindo-se às oscilações inerentes ao mercado de ações, agravadas, no momento, pela crise externa. Ele destacou, porém, que se demorar muito para que o Congresso dos Estados Unidos aprove o pacote de socorro ao mercado financeiro norte-americano, poderá haver repercussões negativas sobre o Brasil. “Se não tiver uma solução para a crise financeira  americana, sem dúvida nenhuma, os impactos vão se agravar, no mundo todo, na decisão de crédito. Mas eu acho que o Brasil tem folga muito grande ainda”, observou.

Na avaliação do presidente da Previ, a economia brasileira  está sólida e tem demonstrado capacidade de enfrentar a crise global. “Isso está dando para a gente um sinal positivo, um fôlego.”

A perda registrada, até agora, de acordo com Rosa,  não afetou a política de investimentos da Previ em projetos de infra-estrutura, garantiu, ao participar do Fórum de Sustentabilidade, na Firjan. Na ocasião, a mineradora Vale, da qual a Previ é acionista, apresentou seu Relatório de Sustentabilidade 2007.

Fonte Agência Brasil

Advertisements

Tags: ,

%d bloggers like this: